A Beleza de Jesus Cristo

8 01 2011

Em Cantares 5.16 lemos: “…ele é totalmente desejável”. Isso não pode ser dito a respeito de nenhum outro a não ser de Jesus Cristo. Qualquer outra grandeza é corrompida por pequenez, qualquer outra sabedoria é arrasada por tolice, qualquer outra bondade vem maculada por imperfeição. Jesus Cristo é o único do qual se pode afirmar que nEle tudo é amável e belo.

Sua beleza reside em Sua perfeita humanidade. Ele se identificou conosco em tudo, exceto com nosso pecado e com nossa natureza má. Ele teve de crescer fisicamente – como nós – mas Ele também cresceu na graça. Ele trabalhou, chorou, orou e amou. Em todas as coisas Ele foi tentado como nós – mas permaneceu sem pecado.

Como Filho de Deus, Ele entra em nossa vida no século XXI de maneira tão simples e natural como se tivesse morado em nossa rua. Ele é um dos nossos em tudo. Ele entra em uma vida cheia de pecado assim como um rio limpo e transparente lança suas águas em um lago parado. O rio não teme a contaminação, é ele que limpa o lago com sua força.

Cristo também possui perfeita compaixão. Pensemos apenas no “rebanho sem pastor” ou na viúva enlutada de Naim. Será que alguma vez você viu Jesus procurando pessoas que “mereciam” que Ele se compadecesse delas? Dele está escrito simplesmente que: “… compadeceu-se dela e curou os seus enfermos” (Mt 14.14b). Que glória reside em sua misericórdia! Naquela época significava contaminação a aproximação com os pobres leprosos, mas o contato com a mão de Jesus os curava e purificava.

A perfeita humildade de Jesus Cristo é extremamente amável. Ele, o único que poderia ter escolhido como desejava nascer, entrou nesta vida como um dentre muitos. Ele disse: “…no meio de vós, eu sou como quem serve” (Lc 22.27b), e está escrito que Ele “deitou água na bacia e passou a lavar os pés aos discípulos e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido” (Jo 13.5). E também está escrito que Ele “quando ultrajado, não revidava com ultraje” (1 Pe 2.23).

Jesus Cristo também possui perfeita mansidão. Como Ele é meigo, mas também fiel, altruísta e devotado. Quando falou com a mulher calada, desesperada, depois que os seus acusadores foram se retirando um por um, toda a Sua amável mansidão se mostrou.

Até na hora da Sua morte, Ele ouviu o clamor de uma fé em desespero. Antigamente, quando os vencedores voltavam das guerras, traziam seus prisioneiros mais importantes como troféus de vitória. Para Jesus Cristo foi suficiente chegar ao céu trazendo a alma de um ladrão.

Finalmente, olhemos para Seu perfeito equilíbrio interior. Ainda poderíamos falar muito sobre Sua dignidade, sua varonilidade, sobre Sua coragem. Nele se unem traços de um caráter perfeito e formam um equilíbrio maravilhoso. Sua mansidão nunca é delicada demais, sua coragem jamais é bruta.

Ele não é totalmente desejável? Você quer aceitá-lO como Salvador pessoal e igualmente descobrir Sua glória? Ele próprio disse: “Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim tem a vida eterna” (Jo 6.47).

(Dr. C. I. Scofield – http://www.ajesus.com.br)
Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite, agosto de 1998.

Anúncios




Ser semelhante a Jesus

28 12 2010

Uma das frases mais comuns que nós ouvimos nos dias de hoje, são crentes estufando o peito e dizendo: “EU TENHO A VIDA DE JESUS” mais será que vocês tem mesmo? Porque ter a vida de JESUS não é simplesmente vestir sua roupinha de crente e se sentar no primeiro banco da igreja. Ter a vida de Jesus, significa agir como se Jesus estivesse do seu lado te aconselhando, não é simplesmente você ser um anjo na frente do seu líder e colar naquela provinha de matemática, ou gritar com seus pais quando eles so querem seu bem. Meus amados, o diabo não brinca de ser diabo, e vocês vão brincar de ser crente? Jesus precisa de vocês firmes, ele precisa de uma geração firme na sua palavra para impactar esse mundo sedento, porque quanto mais forem os crentes firmes na Palavra de JESUS, mais vidas serão resgatadas do inferno. JESUS so quer o seu amor e a sua dedicação e ele quer te amar, quer te auxiliar e estar do seu lado. Então amados, cuidado com as suas atitudes por menores que sejam  para você, porque aos olhos de Deus, pecado não tem tamanho. Pois os olhos do Senhor estão em todos os lugares, mas agente se esquece que os do engano também estão, JESUS estará contigo, lutará por você, mas vigiai e orai!

É dificil ser semelhante a Jesus? Sim.

Você é crente em JESUS? (Acredito que a sua resposta seja SIM.)

Então ser semelhante a JESUS, é sua obrigação!

Que o Senhor Jesus lhe abençoe, e que você possa experimentar da verdadeira felicidade e alegria plena, que está na comunhão com o Espírito Santo de Deus!

Por Mariana Tostes

 

 

Fonte: http://salvavidaspib.wordpress.com





O Natal de Jesus

25 12 2010

O Natal de Jesus
Há dois Natais acontecendo em todo ano,
no mesmo mes…
Um é o natal de Jesus, filho de Deus,
Outro é o natal de um Papai que não vem do céu,
e que só tem duração num dia, e logo se vai,
O Natal de Jesus é uma festa de vida e alegria,
que vem da alma e do trono de Deus,
onde todos comemoramos a sua vinda ao mundo,
O Noel, que chamam de Papai,
que dá presentes pra crianças,
diz ho ho e tem duendes, mas que ironia,
tão bonzinho, só funciona neste dia…. mas no outro…
onde está Ele?
Eu lhe digo…nas lojas de consumo…. fazendo você gastar…
pois hoje virou propriedade de consumo para comprar.
Mas o natal de Jesus, é natal que é real,
que mesmo antes de um Noel, Ele já havia,
e continuou sua existência cumprindo sua missão
de trazer salvação ao mundo, em amor, pela vida.
Mas há muitos que ainda amam muito mais a fantasia,
das árvores, chaminés e trenós… da magia,
da neve e das luzes…

Que pena… esqueceram do verdadeiro Natal…
do menino que nasceu em Belém, numa manjedora,
para trazer a resposta, para morrer pelo homem,
para ressurgir dentre os mortos,
para assim estar vivo entre nós….

Que natal você vai festejar hoje?
O natal de Jesus, que é eterno ou…
um natal que dura apenas um dia?

Jesus quer que você celebre seu nascimento
dando sua vida pra Ele…
Dedicando este dia para seu louvor,
Foi para isso que ele veio…
Por você…

Este é o verdadeiro natal de Jesus.
O natal da vida no espírito,
O natal que é só para Ele…
Qual natal você tem celebrado?

Retirado do Blog do Salva Vidas: http://salvavidaspib.wordpress.com





Náufrago

24 12 2010

Um certo homem saiu em uma viagem de avião. Era um homem temente a Deus, e sabia que o Senhor o protegia.
Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar, um dos motores falhou e o piloto teve de fazer um pouso forçado no oceano. Quase todos morreram, mas o homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservasse em cima da água. Ficou boiando à deriva durante muito tempo até que chegou a uma ilha não habitada.

Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu ao Senhor por este livramento maravilhoso da morte. Ele conseguiu se alimentar de peixes e ervas. Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço construiu uma casinha para ele. Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, com paus e folhas. Porém significava proteção. Ele ficou todo satisfeito e mais uma vez agradeceu ao Senhor, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que talvez pudessem existir na ilha.

Um dia, ele estava pescando e quando terminou, havia apanhado muitos peixes. Assim, com comida abundante, estava satisfeito com o resultado da pesca. Porém, ao voltar-se na direção de sua casa, qual não foi sua decepção,ao ver sua casa toda incendiada.
Ele se sentou em uma pedra chorando e dizendo em prantos:
-Senhor! Como é que foi deixar acontecer isto comigo? O Senhor sabe que eu preciso muito desta casa e o Senhor deixou queimar todinha. O Senhor não tem compaixão de mim? Eu sempre faço minhas orações diárias.
E assim permaneceu o homem durante algumas horas, envolvido em sua revolta e dor.

Passado algum tempo, uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo:

-Que bom encontrá-lo… você está bem?
Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual não foi sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro acompanhado de uma equipe: -Vamos rapaz, nós viemos te buscar…

-Mas como é possível? Como souberam que eu estava aqui?

-Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro.
O capitão ordenou que o navio parasse e nos mandou vir lhe buscar naquele barco ali adiante. O grupo entrou no barco e o homem foi para o navio que o levaria em segurança de volta para os seus familiares tão queridos.

A propósito, como anda a sua fé?

Retirado do Blog do SALVA VIDAS PIB-JF http://salvavidaspib.wordpress.com





Abadá: O que significa?

19 11 2010

“Abadá” – Origem e significado
Abadá é aquela roupa que se utiliza para entrar em um bloco de carnaval, e nas famosas Micaretas. A pessoa compra o Abadá e tem acesso a uma área restrita, definida por cordas.

Esta palavra possui diversos significados. Abadá é um camisolão folgado e comprido, usado pelos nagôs (etnia africana), semelhante ao traje nacional da Nigéria. Na Capoeira Abadá significa a roupa ou o uniforme do Capoeirista. Abadá também é o nome do rinoceronte fêmea.

Todavia, a palavra “abadá” também significa “grande derrota” ou “escravo” em árabe. Quando os árabes derrotavam algum grupo inimigo, os soldados dominados viravam escravos, ou seja, “abadá”. Isso porque a palavra vem do árabe “ibâda”, termo traduzido algumas vezes por “ato de culto”, mas que significa “trabalho”, igual ao termo correspondente hebraico “avodá”.

A Bíblia já nos dizia que quem perde uma batalha se torna escravo:

“Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também escravo”. (II Pedro 2:19)

Portanto, aquele que usa um Abadá é escravo, a saber, dos prazeres da carne e das seduções do inimigo.

Mas Cristo veio para nos tornar livres:

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará… Se pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (João 8:32 e 36)





ORAÇÃO

22 08 2010

. ORAR É PARTE ESSENCIAL DA VIDA

A força da nossa caminhada de fé e frutos está na  mesma medida da nossa vida de oração e  comprometimento com Deus.

A oração nos dá poder e a coragem para interceder  por mudanças não apenas em nossa vida, mas  também  na dos que nos cercam. Porque a unção que  terá atingirá à todos a sua volta.

Sem a oração e a Palavra de Deus, somos deixados à parte da nossa imaginação e hábitos autodestrutivos.

Deus anseia que busquemos nele toda orientação divina, aproveitando toda oportunidade existente para nos responder pois, ao fazê-lo, Ele é glorificado. Ele nos exorta a buscarmos nele todas as coisas: Provérbios 3.6.

Muitas vezes, ficamos tão ocupados tentando descobrir se Deus responderá a nossas orações que, sem saber, nos tornamos obstáculos ficando no meio do caminho e tentando “ajudar” Deus a nos abençoar.

. DEUS TEM A CHAVE

A oração tem a capacidade de nos mostrar tanto nossas fraquezas quanto a força de Deus. À medida que nos abrimos e nos tornamos sinceros perante Deus, a oração revela nosso verdadeiro “eu”. Nada fica em oculto – nem as coisas que não gostaríamos que Deus visse. Ele vê e sabe de tudo a nosso respeito.

Quando descansamos nele, confiando na obra de Cristo para nos salvar e fortalecer, Ele nos capacita a sermos o que fomos criados para ser.

Se você tem buscado a vontade de Deus em oração, então tenha a certeza de que suas orações já foram consumadas no mundo espiritual (ver Marcos 11.24). Você simplesmente está esperando que aquilo por que você tem orado se manifeste no mundo físico.

Com uma vida de oração regular, você pode ter paz em vez de pânico em meio à tormenta. Uma pesquisa em 2003 revela que apenas 35% dos cristãos têm “paz interior mesmo quando as coisas vão mal”. Como podemos aumentar esse percentual? Sempre Orar e Nunca Desanimar (Lucas 18.1).

. A ORAÇÃO NÃO TEM FRONTEIRAS

Quer ao seu lado ou a quilômetros de distância por telefone, o resultado é o mesmo: Deus ouve e responde!

. A ORAÇÃO PRECISA ESTAR ASSOCIADA A UM CORAÇÃO PURO

Deus é santo, e é vital que nos aproximemos do Senhor em oração com um coração puro, o que não significa que deixaremos de enfrentar batalhas em algumas áreas, mas sim que Deus nos dá o dom da oração como meio de nos comunicarmos com Ele e de receber o Seu socorro em meio às nossas muitas lutas pessoais, Dirigir-se a Deus com um coração puro significa que nossas intenções estão desprovidas de engano ou amargura. Jamais ore para que o Deus santo leve desgraça à vida de uma pessoa. Isso desagrada a Deus e não foi para isso que Ele estabeleceu a oração.

. A ORAÇÃO PRECISA ESTAR ASSOCIADA À PALAVRA DE DEUS

A Palavra de Deus é verdadeira e deve ser respeitada e a base de nossas orações. Deus tem um propósito para tudo o que escreveu em Sua Palavra e quer que a incluamos em nossas orações.

. A ORAÇÃO REVELA A VONTADE DE DEUS

Talvez você já tenha questionado: Deus, qual é o meu chamado; qual é o propósito para mim? Por que o Senhor me colocou no mundo? Qual é o contexto maior para a minha existência? As respostas a essas e muitas outras perguntas podem ser encontradas se buscarmos ao Senhor diligentemente em oração. Quando conhecemos qual o nosso propósito e nos tornamos diligentes em cumpri-lo, não há nada nem ninguém que possa impedir de acontecer o que Deus nos revelou por seu Espírito.

A diligência é obrigatória, Deus nem sempre manifesta as respostas às nossas orações imediatamente. Ele permite que passemos por determinadas experiências na vida para que, quando nos trouxer a resposta, sejamos capazes de lidar com o que Ele disser e fizer. Deus sabe que ainda não estamos prontos para lidar com coisas que achamos que estamos preparados. A oração nos prepara para receber a orientação divina e nos impede de cansarmos de fazer o bem (ver II Tessalonicenses 3.13)

As seguintes verdades são bem claras: 1 – Deus quer que oremos, 2 – Ele deseja Se revelar a nós, e 3 – Ele quer responder às nossas orações: (ver Jeremias 33.2-3) e (ver Marcos 11.24)

. A ORAÇÃO TRAZ AJUDA ESPIRITUAL E TRANSFORMAÇÃO CULTURAL

Pessoas que parecem ficar chocadas quando as respostas às suas orações finalmente chegam. Nós nos tornamos tão acostumados em apenas “expressar” as palavras que às vezes nos esquecemos de que estamos nos comunicando com um Deus que tudo sabe e tudo pode. Quando oramos, nossas orações são ouvidas no Céu e Deus envia Seus anjos para cumprir Suas ordens a nosso favor. Devemos entender que a oração não é ritual, nem um monólogo, mas sim um veículo poderoso tanto para ajuda espiritual pessoal quanto para transformação cultural.

. A ORAÇÃO NOS FORTALECE PARA A GUERRA ESPIRITUAL

Quando oramos e entregamos nossas preocupações a Deus, passamos a ser uma enorme ameaça para o reino do diabo porque ele sabe que não desistiremos sem lutar. O diabo sabe que não está mais lutando contra um simples ser humano, mas contra Aquele que está conosco e que é infinitamente maior que ele (ver I João 4.4).

Deus reconhece a perseverança e recompensa os que O buscam diligentemente em oração (ver Hebreus 11.6)

A batalha espiritual é muito parecida com uma luta de boxe. Quando um boxeador vê a fraqueza do seu oponente, ele a usa em vantagem própria. Ele começa a atacar esse ponto fraco.

O diabo tem a mesma estratégia, ele estudará cada uma delas para ver qual é a mais fragilizada e então atacá-la. Seu trabalho é dizer ao diabo que você apenas se renderá a Deus, que somente perante Ele você dobrará os joelhos!

. DEUS ESTÁ MESMO OUVINDO?

Se sempre esperamos ver os resultados físicos assim que levantamos os joelhos do chão, a tendência de duvidar de Deus pode se tornar um hábito corriqueiro. Ele ativamente responde às nossas orações no mundo espiritual.

Tempo e distância não são empecilhos para o Deus Todo-Poderoso. Pode ser que algumas orações que você fez anos atrás estejam começando a se manifestar somente agora.

. A ORAÇÃO DE UM JUSTO PODE MUITO

Muitas vezes é pedido para nós orarmos a Deus por um país ou por pessoas distantes, por missionários, e na maioria das vezes não cremos que fará efeito a nossa oração, oramos por obrigação, a nossa oração não tem fronteiras, quando você está orando por uma pessoa ou país, pode ter certeza que Deus está movendo o mundo espiritual, algo vai acontecer, vidas serão salvas!

Pense em Deus como um Grande Médico que já diagnosticou sua dor e prescreveu a cura para todas as suas necessidades e preocupações. Tudo o que Ele pede em retorno é que você confia nele e siga Suas instruções. No mundo físico, quando um médico prescreve algum remédio para sua dor, você nem sempre conhece que substâncias está tomando, mas confia no conhecimento do médico e toma as doses conforme ele instruiu. Você acredita que será curado, ou pelo menos terá alívio, da sua enfermidade. Você pode não sentir os resultados imediatamente, mas sabe que se continuar a tomar a medicação de acordo com as instruções, seu corpo acabará respondendo e você ficará curado. Exerça essa mesma paciência e diligência com as coisas de Deus.

. RAZÕES PELAS QUAIS AS ORAÇÕES PARECEM NÃO TER RESPOSTAS

Uma das razões quais nossas orações parecem não ter respostas é porque ainda não chegou o tempo de Deus revelar a plena manifestação da resposta. Deus não comete erros em Suas respostas ou em Seu tempo: (ver Eclesiastes 3.11)

. INTERFERÊNCIA DEMONÍACA

(ver Daniel 10.1-14)

Assim, pode ser que não recebamos uma resposta imediata às nossas orações por causa de resistências demoníacas, e devemos continuar a orar.

. ORAÇÕES MAL FEITAS

Algumas orações não são respondidas no sentido de que não recebemos o que especificamente pedimos. Quando oramos com a mentalidade de que a vontade de Deus será realizada em nossa vida, devemos agradecer a Ele por cuidar tanto de nós que não atende aos pedidos que nos seriam prejudicais a longo prazo. Deus generosamente responde às orações para promover nosso bem, não nosso mal.

. ORAR SEM EXPECTATIVA

Uma outra razão pela qual a oração pode não mostrar resultados é quando você continua a orar sem expectativa de uma resposta, por fim desenvolvendo dúvida e a falta de fé bloqueia a resposta a essa oração (ver Hebreus 11.6)

Deus tem a preocupação de termos nossas necessidades satisfeitas e alegra-se quando exercemos fé nele através da oração, quando o buscamos diligentemente, Ele não nos ignora, mas atende ao desejo do nosso coração, segundo Sua perfeita vontade. (ver Mateus 7.7-11)

Ele pode responder como o murmúrio de uma brisa suave (ver I Reis 19.11-12), me dar uma visão ou eu posso receber um telefonema e receber a reposta de Deus através de um dos seus servos escolhidos porque orei com expectativa.

. A FÉ DEVE CONDUZIR O CAMINHO

O canal entre a oração e a manifestação é a FÉ, e a forma que Deus age para se manifestar são varias.

Não podemos deixar de orar a Deus só porque cometeu algum erro.

Em Lucas 5.3 Jesus pede para Pedro afastar seu barco da praia para então receber a benção, Jesus quer que nós saiamos da nossa zona de conforto, da nossa praia, para então derramar as bênçãos dele sobre nós. Sair da zona de conforto, da praia, quer dizer entrar no barco, e o barco está no mar, aonde ocorre, tempestades, naufrágio e etc.

Mas quando Jesus te convida a entrar no barco aonde há tempestade, é a certeza que a benção está chegando, e a certeza de que Jesus está no comando, de que Ele está no barco.

. FALANDO COM O PAI

Ver I Tessalonicenses 5.16-18. Não podemos orar verbalmente a Deus 24 horas por dia, mas podemos estar continuamente disponíveis para Ele em oração ou serviço, e em constante contato com Sua presença, reconhecendo-o em todas as coisas,

. DISTRAÇÕES DEMONÍACAS

O diabo entende o poder da nossa comunicação com o Pai. Manter ocupados ou atolados com problemas pessoais deixamos de tirar tempo para orar, você começa a orar e o telefone toca, alguém bate na porta, etc.

. RESULTADOS DA COMUNICAÇÃO COM O PAI

Quais são os resultados da nossa comunicação com o Pai? Nós nos tornamos um e somos unidos a Ele, recebemos força espiritual, refletimos a luz de Deus aos outros, recebemos a orientação de Deus e aprendemos a discernir Sua voz para nós e para ministrar a outros. Jesus tirava tempo para orar e buscar a vontade do Pai (ver Mateus 14.23). Ter uma vida de oração é essencial para receber a direção dele.

. REQUISITOS PARA DEUS O OUVI-LO

II Crônicas 7.14, 1 – Humilhar, 2 – Orar, 3 – Buscar a Deus face a face, 4 – Afastar-se dos maus caminhos.

Lucas 22.44, 1º Estando angustiado o que Jesus fez? 2º Orou ainda mais intensamente, 3º Modo como ele orou, orou até suar sangue.

O que salva a pessoa é a oração. Sem orar não é possível ir para o Céu, a leitura esclarece, mas o que salva é a oração que segue o esclarecimento. A leitura é fundamental, mas se não for seguida de oração, vai pro inferno com todos os versículos gravados na cabeça.

Hebreus 7.15 diz que Jesus ora o tempo todo, de tudo que Jesus fazia aqui na terra, a única coisa que Jesus faz no Céu que fazia aqui na terra é orar. Jesus não ensinava seus discípulos a expulsar demônios, a falar em línguas, a pregar, mas o tempo todo ele ensina a orar.

A sua vida tem que girar em torno de sua vida de oração.

“Quando eu chegar no meu futuro, a minha oração já tem que ter chegado antes de mim para preparar tudo.”

Muitos não oram para chegar aonde quer, ai chega lá no seu futuro, nas diversas áreas da vida, e vai ter que se esforçar ainda mais, como alguém quem não conhece a Jesus, isso porque não deixou a oração ir primeiro.

“O único lugar que milagre vem antes de oração é no dicionário.”

“Orar é converter todos os dias a Jesus”

A nossa alma é igual uma estante que você limpa um dia, mas no outro ela já está suja, e a alma o que faz ela permanecer limpa é a oração.

. A ORAÇÃO TEM 3 INIMIGOS:

1º Não estou sentindo nada

2º Não estou ouvindo nada

3º Não está acontecendo nada

Nossa estatura diante de Deus, é do tamanho da nossa vida de oração.

Como orar: Não sei orar como convém, mas me convém orar.

RESULTADO DA ORAÇÃO: Através da pregação você aproxima as pessoas de Deus, mas só através da oração que você aproxima Deus das pessoas.

ORAR NÃO É BENÇÃO, ORAR É UMA QUESTÃO DE VIDA OU MORTE!

Por Líneker Costa





Tire sua Máscara!

19 08 2010

Texto Base 2 Reis 5.1

“Temos todos a tendência de expor na  vitrine coisas melhores que as que  temos em estoque nas prateleiras, e  exibir amostras mais bonitas que o  material que podemos fornecer em  quantidade. Somos tentados a vestir no  domingo uma roupagem religiosa que,  com certeza, não usamos em casa ou no trabalho.” F. B. Meyer

Como disse o escritor e missionário Stanley Jones: “O maior inimigo do cristianismo não é o ateísmo, não é o budismo, não é o hinduísmo, não é o islamismo, não é o materialismo, não é o romanismo, e nem o espiritualismo, mas sim o subcristianismo, que é o cristão de duas vidas.”

Introdução

A Bíblia pode ser comparada a um espelho, se quisermos saber se está tudo bem conosco é só mirarmos na Palavra de Deus, ao invés de ficarmos pedindo conselhos diversos, devemos ir direto a Deus.

1- Por fora Bela Embalagem

Em um livro do Pr. Jorge Linhares ele conta a história de um casal, que ele estava hospedado na casa deles. E lá ele ficou impressionado com o carinho dos dois, chegou até a invejá-los. Mas em determinado momento a mulher chamou o pastor e confessou tudo, era tudo uma farsa, só para impressionar o pastor. Esse casal era bem ao contrário do que parecia.

Deus não suporta a hipocrisia, nem a mentira, e nem o engano.

O grupo a quem Jesus tratou com maior severidade foram os fariseus, exatamente porque exibiam por fora o que não eram por dentro. Em Mateus 23. 25 e 27 Jesus bate firme chamando-os de hipócritas.

“Hipócrita” tem sua origem no termo grego usado para máscara – artifício que os atores usavam quando entravam em cena.

Se nós estamos vivendo uma farsa, se nossa vida é uma hipocrisia, precisamos coragem para procurar ajuda. Não podemos deixar os outros continuarem pensando que somos o que na verdade não somos.

Deus quer que sejamos livres da hipocrisia. E só no Espírito Santo pode libertar nos de viver uma vida dupla.

2- No Palco… Os aplausos!

Todos nós somos tentados a exibir diante os de fora um “traje” espiritual que, com certeza, não usamos dentro de casa, quando em presença apenas dos familiares.

Era o caso de Naamã, comandante do exército da Síria, nação mais poderosa da época.

Naamã chegou aonde chegou “… porque por ele o Senhor deu vitória a Síria” 2 Reis 5.1.

A história está cheia de reis poderosos, mas Deus fez questão de registrar o drama de Naamã.

Os Heróis só são reconhecidos depois de mortos. Mas com Naamã foi diferente, consagrou-se herói em vida. Todos o admiravam, ele chegava em devido lugar, e era o centro das atenções.

Ao Julgarmos pela aparência de Naamã (que hoje em dia é o que mais acontece, julgamos as pessoas pela aparência, nível social e etc.) Jamais alguém diria que ele vivia um grande dilema, “ … era ele herói da guerra, porém…” havia um “porém” na sua vida.

Para os de fora Herói.

Para os de casa, Leproso.

Por detrás da farda de comandante, as feridas, que o impedia de usufruir muitas vantagens que sua posição de herói lhe dava.

Herói, porém leproso.

Ai a história muda toda.

Naquela época a lepra era vista como a AIDS é hoje, eles ficam isolados.

A situação de Naamã era como a de um aidético hoje: Isolamento, liberdade restringida, limitações impostas as suas ações.

Hoje com medicamentos teme-se ao leproso, imagine aquela época, sem a medicina de hoje.

Como Naamã, todos nós temos um “porém” quando alguém fala de nós, fala assim “Fulano, é boa pessoa, porém…”

O porém de Naamã afetava e muito a sua vida, seu convívio social.

3- Lá nos Bastidores…

No versículo 2, fala de um dos textos mais lindos sobre missões. Essa garota era empregada na casa de Naamã, sem direito a nada.

Longe da família, sem qualquer perspectiva de futuro, nem por isso deixou de praticar missões. E ela foi vendo a vida que Naamã vivia, fora, Herói e dentro de casa leproso, Naamã vivia duas vidas.

Naamã levava uma vida sofrida dentro de casa, sem contatos com esposa, filhos, amigos… porque o risco de contágio privava de expressar seu carinho.

Logo que alguém entrava em sua casa, a palavra de ordem era: “Mantenham Distância.”

Era muita humilhação.

A lepra que escondemos cria distância entre nós e nossos entes queridos.

“Se esse homem fosse se avistar com o profeta Eliseu em minha terra, na certa ficaria curado”, pensou a garota.

A resposta de Naamã estava em Israel. Seu maior desejo era levar uma vida normal, sem se esconder.

Ai a garota fala para a esposa de Naamã no versículo 3 que teria um profeta em Samaria que restauraria Naamã de sua lepra. E logo a mulher corre animada e conta tudo para o marido.

Disse pra Naamã que ele já havia tentado de tudo, e que valeria a pena ir até lá.

Naamã devia ter excelente salário por ser um comandante de um exército vitorioso. E realmente deve ter tentado de tudo para se curar.

Naamã nem procurou saber melhor a respeito do profeta, e foi logo contando para o rei, que havia uma esperança.

E no versículo 5 o rei fala pra ele ir, e manda uma carta para o rei de Israel, que o tinha vencido no confronto.

4- Bater em porta Errada

Então Naamã chega em Samaria e procura o rei de Israel. Sua chegada certamente alvoroçou a cidade, com a notícia da presença do herói sírio, que os havia vencido.

O rei de Israel lê a carta e fica irritado, rasga suas roupas, achando que o rei da Síria tinha arrumado um pretexto para romper o acordo, e recomeçar a guerra. Aqueles que desconhecem o poder de Deus antevêem o pior. O rei de Israel pré-julgou os motivos do rei da Síria, achando que era ele que iria curar a Naamã. Se Naamã voltasse sem a cura, aconteceria uma nova guerra entre as duas nações.

Notícia vai, notícia vem, e chega aos ouvidos de Eliseu.

E Eliseu manda Naamã vir até ele. (5.8)

E no meio da confusão alguém diz para Naamã, “Ei! Você bateu em porta errada.”

Que situação! Estar no país de inimigos, sem saber o que fazer.

Ele bem que pensou “Porque fui dar ouvidos a uma escrava natural deste país…”

E o rei de Israel se acalma e da o recado de Eliseu, e fala pra ele ir até a sua casa.

Não restou outra alternativa, foi procurar alguém que nunca viu.

Chegando lá o mensageiro de Eliseu o avisa de sua chegada. E Eliseu manda recado para o mensageiro que é para Naamã mergulhar-se sete vezes no rio Jordão e iria ficar limpo da sua lepra.

O mensageiro ficou confuso com o que disse Eliseu, uma pessoa tão ilustre e o profeta se nega a recebê-lo

Era o cúmulo do vexame, do ridículo!

Naamã era uma autoridade, acostumado a ser bem recebido.

Naamã além de irritado sentiu-se profundamente humilhado, além de receber uma ordem, ela vem de terceiros. LER v. 11, 12

O próprio Naamã tinha consciência que Deus poderia curá-lo sem ter que se expor:

“Por que não pode ser nos rios de minha terra? Longe dos olhares curiosos, eu poderia ir só.”

Sobe na carruagem e decide ir embora.

A ordem de Deus para Naamã é simples, porém tinha um preço:

“Tire todo esse aparato, medalhas, condecorações. Exponha o seu mal. Deixe aparecer as feridas.”

Esse é o maior desafio de Deus, fazer o homem tirar sua máscara para curá-lo.

Além de não obedecer à orientação do profeta, ele começa a fazer uma análise da situação sob sua própria ótica. Antes de obedecer já começa a questionar.

Muitas vezes é assim que agimos, Deus nos dá uma direção e vamos para outra, não obedecemos, queremos seguir nosso conhecimento limitado, ao invés de seguir a vontade de Deus que é o melhor pra nós.

5- Deixando cair a Máscara

Diante de uma ordem tão sem nexo, absurda mesmo, Naamã decide ir embora. Mas quem deu a ordem era um homem que não se deixava impressionar com as aparências, Eliseu enxergava além das vestes festivas.

Naamã estava leproso e a ordem era aquela mesma. O profeta sabia o que estava fazendo, e agia com poder e autoridade de Deus.

Naamã tomou a estrada de volta, mas o profeta não saiu correndo atrás dele, mas quem tentou fazer com que ele volte, foi um de sua comitiva, que o tratava de “meu pai” que disse a ele (v. 13).

O que o profeta disse foi tão simples, mas por que Naamã se opôs em acatar a ordem? Porque contrariava suas expectativas. Além de não poder usar nenhuma de suas roupas de festas, teria que tirar seu traje de herói, ali, na frente de todos. Pois, como mergulhar com farda e tudo? Achariam o louco. Isso seria expor sua lepra perante todos. Apareceria então o verdadeiro Naamã – um herói nacional, porém leproso. Por isso não quis obedecer a orientação, porque iria exibir a todos.

Naamã brigou com si mesmo, ele tinha que sair curado dali, mas ao mesmo tempo tinha medo de se expor aos outros mostrando a sua lepra, pois herói não tem defeito. E logo no rio Jordão que eram águas muito sujas.

E Naamã foi tirando suas vestes na frente de todos, imagino que antes eles o invejavam, mas depois de Naamã ali expor sua lepra, muitos devem ter-se decepcionado.

Tanto esforço para ver um herói nacional, e vejo um leproso? Devia ser esse o pensamento de muitos lá. Sua reputação foi a zero. Que situação humilhante para Naamã.

Mas a obediência produz milagre.

E Naamã mergulha uma, duas vezes. Olha para o corpo e as feridas ainda ali.

“Se depois de todo esse vexame eu não ficar curado, eu mato esse tal de Eliseu”, Naamã devia ter pensado. Mas continuou o mergulho naquelas águas sujas.

Enfim Naamã dá o último mergulho – o sétimo (sete número da perfeição). E vai saindo devagar e olhando seu corpo maravilhado, uma pele jovem agora.

Naamã quase deixou escapar aquela vitória. Por medo de deixar cair a nossa máscara, não podemos ser curados.

6- Ser um Só!

Naamã entra “imundo” na água suja e sai “limpo”.

Naamã encontra com Eliseu e insiste em lhe dar um presente. Mas Eliseu responde (v. 16):

“…tão certo como vive o Senhor em cuja presença estou, não o aceitarei”.

Naamã insiste em pagar pelo benefício recebido, como se fosse possível pagar a Deus um bem que ele nos faz.

Deus não está interessado em nossos bens nem em nossa conta bancária. Tudo que Deus faz, ele faz graciosamente. Nada que façamos nos torna merecedores de seu favor. (Salmos 103.2)

Naamã tirou o que lhe cobria a lepra, não poderia mergulhar com roupa de herói. Deus deseja isso de nós.

É preciso que tiremos a roupa para que a doença apareça. Não a doença visível a todos, mas aquele mal escondido sob a fachada religiosa que mantemos diante de todos, e que os faz pensar que somos o que não somos. Deus quer nos tratar, nos livrar dessa hipocrisia.

Em Mateus 8.2-3 Jesus curou dez leprosos, mas só um voltou para agradecer, e que o fez não só experimentar a cura exterior, mas também a do coração, interior. (Lucas 17.11-19)

Todos nós enfrentamos situações em que somos tentados a passar uma imagem falsa do que somos. Mas Deus nos quer limpos.

Infelizmente, muitos que se dizem convertidos vivem vida dupla. Na igreja são uma benção. Na faculdade, no trabalho, vivem nas rodas contando piadas imorais. Gostam da pornografia, da imoralidade, são maus pagadores, dão cheque sem fundo um atrás do outro. O nome nem está mais no S.P.C., já foi parar no fichário do inferno. Estão-se acostumando a levar duas vidas.

Outros são educados, verdadeiros cavalheiros na rua, mas em casa são grosseiros com a esposa e tiranos com os filhos. Com os de fora alegres e sorridentes, com a família, carrancudos e mau humorados. Passam uma imagem, mas por trás…

Precisamos romper com a hipocrisia, precisamos ser um só, tanto para os de dentro como para os de fora.

Naamã volta um novo homem, e pede a Eliseu um pouco da terra de Israel para sobre ela adorar o Deus do profeta (v. 17). Dali pra frente, o Senhor seria o seu Deus.

Agora Naamã não tinha mais o que esconder, estava estourando de alegria, todos podiam vê-lo. Podia abraçar os filhos agora, beijar a esposa, podia tomar sol e etc.

O Sangue de Jesus foi derramado por nós, para nos purificar da lepra. Só o seu sangue torna o “imundo” totalmente “limpo”.

Só o Jordão resolveria o problema da vida dupla que Naamã levava. Não poderia ser outro rio, como não pode ser outro sangue.

7- Os sete erros de Naamã

Em sua trajetória em busca da cura, Naamã comete sete equívocos, bastante comuns àqueles que desejam a solução de Deus para o seu mal.

1. Procura o rei da Síria, que de Deus não entendia nada. Muitos são os que agem como Naamã fez. Sabem que devem ir direto ao Rei, o Senhor Todo-Poderoso, mas procuram primeiro o socorro do homem. Têm consciência do caminho certo onde se encontra o Rei dos reis, mas não vão a ele. Procuram alívios temporários a soluções permanentes.

Na ansiedade de vermos o nosso problema resolvido, até mesmo nós que conhecemos a verdade não buscamos em Deus a solução. Deixamos Deus de lado e buscamos auxílio de pessoas que não o conhecem.

2. Achar que o dinheiro compra tudo, inclusive a cura. Naamã desconhecia o fato de que a cura divina não depende de qualquer recurso financeiro. Já foi prevenido, levou ouro e prata no caso de cura, serviria para pagar.

Nenhum esforço humano ou dinheiro do mundo pode comprar a nossa cura.

3. Visão errada de como Deus atua. Naamã não entendia a forma de Deus agir na vida do homem, porque não o conhecia.

4. Insiste em procurar a pessoa errada. Chegando a Israel, ao invés de ir direto ao profeta, vai falar com o rei, que não tem a menor possibilidade de atendê-lo.

5. Espera ser recebido como herói pelo profeta, quando deveria chegar ali com a atitude de um necessitado.

6. Atreve-se a questionar a forma de Deus agir, tomando por base sua linha de raciocínio. Quer ser curado a seu modo.

Começa a fazer uma análise da situação sob sua própria ótica. Antes de obedecer já começa a questionar.

7. Deixa-se dominar pelo orgulho e quase perde a benção da cura. O orgulho de Naamã poderia ter-lhe custado muito caro, porque “Deus resiste ao soberbo…” (Tiago 4.6)

Conclusão

Os Leprosos na Igreja

“A máscara, se lhe dermos tempo, passa a ser o próprio rosto.” Marguerite Yourcenar.

Para cada um de nós chega o dia em que temos de tirar a roupa e nos expor, se quisermos ser curados.

Naamã relutou em aceitar o jeito de Deus agir. Como é doloroso a gente se expor. Pior é continuar levando duas vidas. Deus deseja curar-nos para que consigamos ser tudo que vinhamos tentando ser com nossas próprias forças.

Todos podiam estar enganados a respeito de Naamã. Mas sua esposa e filhos sabiam que era leproso. Só aqueles que convivem conosco sabem quem somos de fato. Precisamos deixar de ser “o grande” e sermos “o servo” para nossa família. Precisamos parar de bancar o herói.

Temos que reconhecer perante os homens que somos pequenos e falhos, para que sejamos grandes aos olhos de Deus.

Acheguemo-nos a Jesus sem vanglória, vamos expor perante ele a nossa lepra, seja ela o que for.

Davi tentou ocultar seu pecado, e isso o fez adoecer, só depois que expôs perante Deus e admitiu que estava “leproso”, experimentou purificação e perdão. (Salmos 32 e 51)

Reflexão

Responda pra você mesmo, qual tem sido a diferença entre você e o ímpio que trabalha, que estuda com você?

Em sua casa você faz as mesmas coisas do que nos cultos dedicados ao Senhor?

Você adora a Deus em todo o tempo? Ou apenas nas poucas horas de culto?

Deus te dá 168 horas por semana, quanto tempo do seu tempo (do tempo que Deus te dá) você tem oferecido a Ele?

Você usa na “rua”, as mesmas roupas que você vai para ir os cultos?

Você deveria vestir na rua as mesmas roupas que usa para ir aos cultos. Muitas mulheres quando estão no seu dia a dia, vestem roupas que mostram a sua sensualidade, talvés não a usariam para ir ao culto, mas por que? Por que está indecente, mas por que ainda colocam essas roupas? Mas hoje em dia nós vemos muita sensualidade na Casa do Senhor, estamos levando as roupas que usávamos nas baladas mundanas para dentro da Igreja do Senhor. Não deveria ser o contrário? Já que estamos na contra mão do mundo, ou pelo menos tínhamos que estar.

Deveríamos implantar os padrões do Céu a terra. Não estou falando em cobrir todo o corpo, mas sim roupas decentes.

Ou nós vivemos no culto aquilo que vivemos na rua, longe do alcance das pessoas que queremos impressionar, ou vivemos na rua, aquilo que vivemos dentro da Casa do Senhor. Não devemos viver mais nesse mundo de máscaras, onde só queremos ir aos cultos receber uma boa Palavra, cantar uma boa música, e sairmos deste local, porque já virou um local, um convívio social, e sairmos como se não tivéssemos cantado com toda a nossa voz “Eu tenho um chamado jamais vou me calar…”

Quer ter uma transformação de vida? OBEDEÇA AO SENHOR!

Ai você fala, “mas eu esqueço o que o pastor disse…” anote, leva um papel e caneta, nós temos que por em pratica aquilo que ouvimos, pois é Palavra de Deus, mesmo que esqueçamos, temos que nos alimentar espiritualmente, você não se lembra do que comeu semana passada, mas foi importante para te por de pé, e o que te mantém firma na presença de Deus, é o alimento espiritual que é a Palavra de Deus. Nosso coração está fechado com a frase: “Eu sou assim não preciso mudar” então você não sabe o que é conversão, e não sabe o que está escrito em Romanos 12.2.

Hoje em dia é muito fácil falar “sou crente”, mas é muito difícil dizer lá fora, “Jesus te ama”, é muito fácil cantar “Eu quero ser santo…” e chega lá fora, quase arranca pedaço da primeira mulher que vê só olhando.

A Bíblia diz que “o caminho é estreito”, você tem sentido esse caminho estreito, difícil? Ou está bem largo e fácil? Mude de atitude irmão, temos carregado o nome do Senhor em vão, com piadas imorais, com atitudes mundanas, as pessoas podem até olhar pra você e não ver uma carinha de cristão, mas ela tem que sentir algo diferente em você e ver as suas atitudes de cristão.

Nós somos santos, que quer dizer separados, mas como ser separado, se estou rodeado de pessoas mundanas? Sendo diferente de todos eles!

Como quero ser diferente, se não separo aquilo que agrada ao Senhor, e aquilo que agrada ao homem?! Pois enquanto nós quisermos agradar ao homem, desagradaremos a Deus, temos que ser submissos sim, aos nossos líderes, porque isso agrada a Deus.

Jesus depois de ressuscitado apareceu aos dois discípulos, mas eles não o reconheceram, mesmo ele sendo Jesus não o reconheceram, só viram que era Jesus, após terem visto o seu jeito de partir o pão. Foi seu comportamento ali que o fez ser reconhecido. Qual tem sido o seu comportamento diante das pessoas que estão a sua volta para verem Cristo em você?

Conseguimos ser aquilo que somos com quem nós temos intimidade, você tem intimidade com Deus?

Deus agrada da sinceridade, será que sem ter intimidade com Deus, conseguimos ser sinceros?

Deseje mudar de mente, peça a Deus que te transforme, mas não fique parado, tenha atitude, Deus não vai dar um passo se você não der o primeiro. O único caminho para se ter unção, a benção e a intimidade com Deus, é a obediência!

É melhor obedecer do que sacrificar.

A sua vez vai chegar.

“Esperei, com paciência no Senhor, ele se inclinou pra mim, e ouviu o meu clamor” (Salmos 40.1)

“Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho.” (Hebreus 12.6)

Oração

Senhor, purifica-nos da lepra que porventura esteja sob as nossas vestes festivas, por detrás da pseudovitória representada por carros, negócios bem-sucedidos, casa luxuosa, mediocridade espiritual, falsa humildade, espiritualidade de fachada, falso moralismo…

Em nome de Jesus, torna-nos limpos uma vez por todas, ainda que tenhamos de tirar a roupa diante de todos aqueles que nos consideram heróis, vitoriosos, espirituais, e permitir que nos vejam como derrotados, leprosos; ainda que tenhamos de “mergulhar” sete vezes diante de todos.

Que o Espírito apresente esse pedido diante do Pai e que o sangue de Jesus seja aplicado à nossa vida, para que haja limpeza completa, para glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Por Líneker Costa